Saiba a importância da retenção de talentos

Implantar uma cultura que favoreça a atração e retenção de talentos nem sempre é uma tarefa fácil, já que a dinâmica do mercado de trabalho passou por grandes mudanças nos últimos anos. As vagas ofertadas têm mais visibilidade e os profissionais sabem exatamente onde procurar o trabalho que desejam. A própria forma como as pessoas se relacionam com o trabalho não é mais a mesma.

Um fator indispensável para manter o crescimento constante de qualquer empresa é ter profissionais qualificados, comprometidos com os resultados, alinhados à cultura e que se mantenham em desenvolvimento. São esses profissionais que, ao desempenharem suas tarefas no dia a dia, permitem que a empresa alcance os objetivos determinados em planejamento.

Com um mercado que muda a todo momento, não é fácil manter os talentos comprometidos com sua empresa. Segundo o HayGroup, empresa referência no mercado de gestão de pessoas, 64% das empresas têm dificuldade na retenção de colaboradores.

Neste post, ajudaremos você a entender a importância da retenção de talentos.

A retenção de talentos ajuda a construir um ambiente de trabalho agradável

Consideramos talentos aqueles profissionais que entregam resultados com boa performance e que são altamente alinhados à cultura e aos valores da empresa. Esse nível elevado de compatibilidade com a “personalidade” da sua organização contribui para que eles sejam agentes ativos na construção de um ambiente de trabalho agradável, que favorece a colaboração mútua e a produtividade.

Reter talentos pode dar mais fluidez ao processo decisório

Por conta da crise econômica que o país vem enfrentando, muitas empresas passaram por grandes reestruturações em suas equipes de trabalho. Além disso, a mudança da dinâmica de trabalho e a participação cada vez maior da tecnologia nos processos, ajudaram a incentivar a adoção de equipes mais enxutas.

Como consequência disso, nas empresas que possuem processos estruturados e eficazes de retenção de talentos, os bons profissionais, que antes desempenhavam tarefas de apoio, receberam mais responsabilidades, autoridade para tomar decisões, e passaram a ficar na linha de frente dos processos mais estratégicos.

Talentos têm um perfil comportamental altamente compatível com a cultura organizacional e costumam entregar resultados de alta performance. Para manter o nível de suas entregas, estão em constante desenvolvimento.

Com um bom plano de carreira na empresa, tendem a ocupar posições de liderança. E no momento em que são colocados nessas posições, podem conferir mais agilidade ao processo de tomada de decisão, uma vez que conhecem de perto a dinâmica, os desafios e o impacto das atividades mais operacionais no alcance dos objetivos da organização.

Maiores índices de retenção de talentos implicam em economia para a empresa

Se sua empresa tem um alto índice de turnover (rotatividade de colaboradores), isso pode significar que você está perdendo mais dinheiro do que deveria.

Quando a empresa demite um colaborador e coloca outro na posição, é preciso desembolsar recursos para arcar com verbas rescisórias, custo de admissão do novo colaborador ou eventuais treinamentos de integração que sejam necessários.

Além disso, é preciso levar em consideração, também, a perda de capital intelectual. O colaborador que vai embora leva com ele todo o conhecimento que ele detinha sobre os processos da sua organização.

É certo que investir no desenvolvimento de talentos também envolve custos. Porém, além de mais barato que substituir um colaborador, é, também, mais vantajoso a longo prazo.

0 Respostas

Ficou com vontade de trocar uma ideia? Deixa uma mensagem pra gente!

Seu email não será publicado